ENDERCO:

TELEFONE:

E-MAIL:

Rua Airton José dos Santos - S/N Povoado Carrilho - Itabaiana/SE

79 99847-9247 /

79 99681-2858

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook

© Castanhas do Carrilho. Todos os direitos reservados.

PRODUÇÃO

A SECAGEM é realizada em terreiro de cimento por um período médio de 3 dias. As castanhas são amontoadas em camadas de até 30 cm do solo e são revolvidas duas vezes ao dias. Durante a noite as castanhas são cobertas com lonas ou plásticos.

A classificação é realizada em classificador dotado de cilindro rotativo. A classificação tem a finalidade de separar as castanhas por tamanhos (pequenas, médias e grandes) de forma otimizar o processos de torrefação e corte. Durante a etapa de classificação também é realizada a limpeza da castanha (retirada de folhas, pedras, areia, pedaços de pedúnculo e demais impurezas).

As castanhas classificadas são armazenadas em sacos de 50 kg sobre estrados de madeira em galpão seco e arejado.

A DESPELICULAGEM  (retirada da película) é realizada em um despeliculador cilindro rotativo em tela, que retira as películas parcialmente, esse processo é finalizado manualmente,com o uso de uma pequena faca.

Após a despeliculagem da castanha, tem-se a separação das amêndoas, onde as amêndoas partidas são separadas das amêndoas inteiras.

IMG-20180906-WA0043.jpg

A TORREFAÇÃO é realizada em torradores. Os torradores utilizam as cascas da castanha para gerar calor.

O processo de quebra é realizado com as castanhas frias. O corte é feito em máquinas de corte, ajustadas aos tamanhos da castanha e montadas em mesas apropriadas. Em cada mesa trabalha dois colaboradores: um corta, e o outro, retira as amêndoas aderidas à casca com auxilio de estilete.

Selecionada e sem película, 40% da produção vai para o processo de agregação de valores. Castanhas doce: as amêndoas são envolvidas em uma calda quente de açúcar. Castanhas salgadas: as amêndoas vão ao forno com uma camada de sal. Fubá: as são trituradas com farinha de mandioca em liqüidificador.

As a mêndoas são acondicionadas em sacos plásticos (embalagem primária)e fechada em máquina seladora. Em seguida são colocadas em caixas de papelão (embalagem secundária).

Após embaladas, as amêndoas são armazenadas em local seco e arejado, sobre estrados de plásticos localizados a uma distância mínima de 45 cm da parede, no galpão de armazenagem do produto final.